fotodíodo

Um fotodíodo consiste num díodo (dispositivo formado por uma junção entre dois semicondutores de características diferentes denominada junção p-n) utilizado na deteção de luz ou na medição da sua intensidade.
Na ausência de luz, o fotodíodo conduz a corrente elétrica num único sentido, apresentando uma resistência elétrica muito elevada no sentido oposto. Quando a luz incide na junção, a resistência no sentido oposto ao fluxo normal cai abruptamente, o que permite um fluxo de corrente nos dois sentidos. O aumento da corrente no sentido proibido permite detetar a luz incidente e pode ser relacionado com a intensidade luminosa que atinge a junção. Existem fotodíodos de vácuo ou de semicondutor sensível à luz. Os fotodíodos de vácuo usam-se como geradores de corrente constante, enquanto os de semicondutor (normalmente de arsenieto de gálio) apresentam dois modos de funcionamento: fotovoltaico, em que o fotodíodo, tal como o de vácuo, constitui um gerador de corrente, e fotocondutor, em que o fotodíodo inversamente polarizado e exposto à luz funciona como detetor de sinais pulsatórios.
Os fotodíodos são utilizados em sistemas de alarmes, no controlo da exposição de máquinas fotográficas e em comunicação ótica.

Como referenciar: fotodíodo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-16 21:44:47]. Disponível na Internet: