Fred Astaire

Bailarino e ator norte-americano, de seu nome original Frederick Austerlitz. Nasceu em 10 de maio de 1899, em Omaha, no Nebrasca, e morreu em 22 de junho de 1987, em Los Angeles, na Califórnia. É considerado uma das maiores figuras da História do cinema musical e da dança moderna norte-americana dos anos 30, devido à sua excelente técnica de sapateado. Aos 7 anos, deu os primeiros passos na dança, aperfeiçoando posteriormente a sua técnica numa Escola de Dança. Fazendo parceria com a irmã, Adele, percorreu os circuitos dos cabarets e casas de vaudeville americanas. Fizeram um enorme sucesso na Broadway com a peça Over the Top (1920), tendo realizado numerosas tournées pela Europa. Quando Adele se casou em 1931, Fred entendeu prosseguir sozinho, procurando oportunidades em Hollywood. Inicialmente, os produtores recusaram-lhe emprego, argumentando que não tinha qualidades interpretativas, mas deram-lhe um papel em Dancing Lady (O Turbilhão da Dança, 1933), onde secundou Joan Crawford. Em Flying Down to Rio (Voando Para o Rio de Janeiro, 1933), trabalhou pela primeira vez com Ginger Rogers. Apesar da breve aparição, o duo foi um êxito retumbante, contribuindo para a afirmação dum novo conceito de dança. Mais convencidos, os produtores deram-lhes oa papéis principais em The Gay Divorcee (A Alegre Divorciada, 1934), onde, ao som da partitura de Cole Porter, maravilharam os fãs da dança. Após mais seis títulos ao lado de Rogers, Astaire finalmente teve a oportunidade de atuar sozinho em Damsel in Distress (Uma Donzela em Perigo, 1937), com músicas de George Gershwin, rodando também outros sucessos como Carefree (Quero Sonhar Contigo, 1938), Holiday Inn (15 Dias de Prazer, 1942), Easter Parade (Quando Danço Contigo, 1948), Let's Dance (Nasci Para Bailar, 1950) e Royal Wedding (Casamento Real, 1951). Nas décadas de 40 e 50, Astaire dançou ao lado de nomes como Cyd Charisse, Judy Garland, Rita Hayworth e Audrey Hepburn. Em 1949, recebeu um Óscar Honorífico em reconhecimento pelo seu contributo para a dignificação do género musical. Em finais dos anos 50, Astaire resolveu dar uma nova viragem à sua carreira, apostando no género dramático. Surpreendeu o público em On the Beach (A Hora Final, 1959), com o seu registo de cientista atormentado pelos problemas e pela obsessão pelo suicídio. Finian's Rainbow (O Vale do Arco-Irís, 1968), de Francis Ford Coppola, foi o último filme onde dançou. Foi também uma das inúmeras vedetas de The Towering Inferno (A Torre do Inferno, 1974), título que lhe valeu uma nomeação para o Óscar para Melhor Ator Secundário. O thriller Ghost Story (Fantasma do Passado, 1981) foi o seu último registo.
Como referenciar: Fred Astaire in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-25 02:00:57]. Disponível na Internet: