futebol de salão

O futebol de salão é praticado em recintos com as medidas dos de basquetebol (cerca de 25x15 metros) e com bolas pesadas, que saltam pouco. As balizas têm três metros de largura e dois de altura. As paredes do recinto não podem ser usadas para os jogadores fazerem tabelas com a bola. Este desporto, devido às limitações impostas pelas suas regras, propicia o desenvolvimento da habilidade dos praticantes, que são em número de cinco de cada lado. O futebol de salão nasceu em 1932, no Uruguai, e, a partir daí, estendeu-se para o centro e o sul do continente americano, tendo sido no Brasil, já nos anos 40, que conheceu a maior implantação. Foram, portanto, os brasileiros que acabaram por levar o futebol de salão a todo o mundo. No Brasil, jovens atletas, sem campos de futebol onde jogar, começaram a recorrer a pavilhões de basquetebol e de hóquei em patins, aproveitando as balizas deste último. As bolas mais usadas eram as do andebol. Chegou a haver equipas com sete elementos, mas aos poucos foi sendo adotado o número máximo de cinco membros por formação. Em 1971, foi fundada no Brasil, com a colaboração do presidente da FIFA, João Havelange, a Federação Internacional de Futebol de Salão (FIFUSA), que tem sede em São Paulo. A expansão do futebol de salão prosseguiu em finais da década de 70 com o alargamento à Oceânia, Ásia e Europa, onde chegou através da Espanha.
Portugal só em 1985 ficou a conhecer, em termos de provas oficiais, esta modalidade, com a realização em Lisboa do I Grande Torneio Eusébio, em que participaram dezenas de equipas. Entre os participantes encontrava-se o próprio Eusébio. O êxito desta primeira edição de um torneio em Portugal, associada à presença da seleção portuguesa no II Campeonato do Mundo, levou a um grande crescimento da modalidade. As várias associações entretanto criadas uniram-se para fundar, em 1988, a Federação Portuguesa de Futebol de Salão (FPFS), que, por sua vez, e nesse mesmo ano, ajudou a lançar em Madrid a União Europeia de Futebol de Salão. A FPFS, para além de filiada na união europeia, é também associada da federação internacional desde 1988.
O Brasil é a maior potência do futebol de salão mundial e desta modalidade, praticada por profissionais, saíram muitos craques do futebol de campo, como Pele, Zico ou Ronaldo. No entanto, o Brasil passou a dedicar-se cada vez mais ao futsal, de origem espanhola e jogado com bolas maiores e mais saltadoras. O futsal é o jogo de pavilhão oficial da FIFA e acabou por levar à quase extinção do futebol de salão, que no Brasil é agora praticado apenas por amadores.
Como referenciar: futebol de salão in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-02-18 01:46:19]. Disponível na Internet: