G. K. Chesterton

Escritor inglês, Gilbert Keith Chesterton nasceu a 29 de maio de 1874, em Londres. Oriundo de uma família da classe média, foi considerado subdotado pelos seus professores, já que só conseguiu aprender a ler depois dos oitos anos de idade.
Durante os seus estudos na University College de Londres, fundou, aos dezasseis anos de idade, uma revista, The Debater. Ingressou na State School of Art em 1893, altura em que sentiu um certo fascínio pelo diabolismo, abandonando a religião e a universidade em 1895 sem ter conseguido obter um diploma.
Começou então a trabalhar para uma editora londrina, lançando-se também na imprensa, onde publicou grande parte dos seus primeiros trabalhos. Fundou nesse período a sua própria publicação, a G. K. Weekly. Reconciliou-se então com a fé cristã, sobretudo graças à sua futura esposa, Frances Blogg, com quem casou em 1901. Nesse mesmo ano publicou a sua primeira coletânea de poemas, Greybeards at Play, a que se seguiram, entre outros volumes de poesia e ensaios, as biografias literárias de Robert Browning (1903) e de Charles Dickens (1906).
O seu primeiro romance, publicado em 1904 com o título The Napoleon of Notting Hill, era uma sátira política em que Chesterton recorria aos moldes da utopia para fazer contrastar o orgulho da monarquia britânica com a mesquinhez dos republicanos ingleses. Grande parte da sua obra reflete um ceticismo quanto ao governo do mundo e evolução social.
Em 1910 inaugurou a série 'Father Brown' na imprensa, recolhendo depois os casos do padre detetive em The Innocence of Father Brown (1911), The Wisdom of Father Brown (1914), The Incredulity of Father Brown (1926), The Secret of Father Brown (1927) e The Scandal of Father Brown (1935). Em 1922 converteu-se do Anglicanismo para o Catolicismo, reorientando a sua obra também para a hagiografia.
Recebeu títulos honorários de várias universidades, como as de Edimburgo, Dublin e Notre Dame e investido cavaleiro em 1934.
Faleceu a 14 de junho de 1936.
Como referenciar: G. K. Chesterton in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-24 03:37:23]. Disponível na Internet: