Gabriel Fahrenheit

Físico e inventor alemão, Gabriel Daniel Fahrenheit nasceu a 24 de maio de 1686, na cidade de Danzig, atualmente Gdansk, Polónia, e morreu a 16 de setembro de 1736, em Haia.

Educado para trabalhar no comércio, viajou pela Grã-Bretanha e pela Holanda, onde se tornou fabricante de instrumentos meteorológicos e se dedicou, sob orientação do físico Willem Jacob's Gravesande, ao estudo da física experimental. Após várias pesquisas para aperfeiçoar as técnicas de fabricação desses instrumentos e para descriminar com mais precisão as medições desses aparelhos, Fahrenheit criou, em 1714, o primeiro termómetro de mercúrio.
Anteriormente, utilizava-se o álcool que, por ter um ponto de ebulição bastante baixo, não permitia medir temperaturas muito altas; para além disso, o álcool dilatava de forma pouco uniforme, não permitindo fazer muitas subdivisões na escala.

Fahrenheit escolheu, portanto, o mercúrio, por este metal não se alterar numa larga gama de temperaturas. Decidiu, então, criar uma escala própria para fazer as medições. Elegeu como ponto inferior (o valor mais baixo), a temperatura obtida pela fusão de cloreto de sódio (NaCI, conhecido por sal da cozinha) com cloreto de amónio (NH4Cl) e gelo fundente e, para ponto superior, a temperatura do corpo humano. Atribuiu-lhes, respetivamente, os valores de 0º F e 100º F. Esta escala, que tem o nome do inventor, difundiu-se muito em Inglaterra e, mais tarde, foi adotada pelos americanos.

Em 1724, Fahrenheit foi eleito membro da Royal Society pelas suas grandes investigações e descobertas.
Como referenciar: Gabriel Fahrenheit in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-06 06:08:23]. Disponível na Internet: