Galvão Telles

Jurista, advogado e professor catedrático português, nascido em 1917, desenvolveu os seus trabalhos no âmbito do Direito Civil, tendo publicado várias obras sobre matérias como Direito das Obrigações, Sucessões e Contratos.
Licenciado em 1939 na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, prestou provas de doutoramento em 1940 e iniciou a sua carreira de docente na mesma universidade, tendo ascendido a catedrático em 1945. Fez parte da comissão de Reforma do Código Civil de 1966.
No Tribunal Internacional de Justiça de Haia, entre 1957-1959, foi o advogado principal na defesa dos direitos de Portugal no julgamento do pleito contra a União Indiana. Exerceu as funções de ministro da Educação Nacional entre 1962 a 1968, matéria à qual devotou o seu trabalho. Debruçou-se sobre temas relevantes neste campo, de que se destaca Televisão Escolar e Educativa (1964) e Temas de Educação (1966) e elaborou, em 1969, o Estatuto da Educação Nacional. O Instituto de Meios Audiovisuais de Ensino e a Telescola são, também, fruto da sua atuação nesta matéria.
Da sua obra pode-se destacar: Direito das Obrigações, Garantia Bancária Autónoma e Manual dos Contratos em Geral. Galvão Telles é professor jubilado na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.
Como referenciar: Galvão Telles in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-15 07:17:16]. Disponível na Internet: