Gene Kelly

Ator, bailarino, coréografo e realizador norte-americano, de seu nome completo Eugene Curran Kelly, nascido em 23 de agosto de 1912 em Pittsburgh e falecido em 2 de fevereiro de 1996 em Beverly Hills. É considerado, em conjunto com Fred Astaire, um dos melhores bailarinos do cinema dos anos 40 e 50. Estudou Economia na Universidade da Pensilvânia, tendo pago os estudos trabalhando como operário de construção civil. Em 1935, juntamente com o seu irmão Fred, começou a dar aulas de dança. Ambos tiveram alguma notoriedade a nível local, o que os encorajou a procurar emprego como coreógrafos em Nova Iorque. Só Gene conseguiu singrar na Broadway, atraindo a atenção dos principais produtores de Hollywood. David O. Selznick antecipou-se e propôs-lhe contracenar com Judy Garland em For Me and My Gal (O Prémio do Teu Amor, 1942). Seguiu-se uma rápida incursão pelo género dramático, protagonizando o filme de guerra The Cross of Lorraine (A Cruz da Lorena, 1943), mas era no musical que Kelly se sentia à vontade, colocando em prática o seu género de dança imaginativa e musculada. Rodou Cover Girl (Modelos, 1944), Anchors Aweigh (Paixão de Marinheiro, 1945), que lhe valeu a nomeação para o Óscar de Melhor Ator, The Pirate (O Pirata dos Meus Sonhos, 1948), The Three Musketeers (Os Três Mosqueteiros, 1948) e An American in Paris (Um Americano em Paris, 1951). Em 1951, recebeu um Óscar Honorário como reconhecimento da sua versatilidade como ator, cantor, realizador, dançarino e coreógrafo. No ano seguinte, co-realizou com Stanley Donen e interpretou aquela que viria a ser a sua prestação mais célebre: Singin' in the Rain (Serenata à Chuva, 1952), que foi considerado quase unanimemente como o melhor musical de sempre. Enveredou pela realização, demonstrando esse talento It's Always Fair Weather (Dançando nas Nuvens, 1955) e Invitation to the Dance (Convite à Dança, 1956), um musical sem diálogos que lhe valeu o Urso de Ouro do Festival de Berlim. Com a lenta decadência do género musical, Kelly procurou novos rumos: contracenou com Spencer Tracy e Frederic March em Inherit the Wind (O Vento Será a Tua Herança, 1960) e foi dirigido por Jacques Demy em Les Demoiselles de Rochefort (As Donzelas de Rochefort, 1967). O seu último filme foi Xanadu (1980), ao lado de Olivia Newton-John, que se traduziu num grande fracasso de bilheteira. Retirou-se, aparecendo esporadicamente como ator convidado em séries televisivas como North and South (Norte e Sul, 1985) e Sins (Pecados, 1986).
Como referenciar: Porto Editora – Gene Kelly na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-18 13:51:38]. Disponível em