George Best

Futebolista irlandês, nasceu a 22 de maio de 1946, em Belfast, na Irlanda do Norte, e morreu a 25 de novembro de 2005, em Londres.
Com apenas quinze anos, foi contratado pelo clube inglês Manchester United, um dos maiores do mundo e, paralelamente, trabalhava num escritório perto do estádio.
Em setembro de 1963, com 17 anos, estreou-se na equipa principal do Manchester United e aos dezoito anos alinhou pela primeira vez na seleção da Irlanda, que representou em 37 partidas e ao serviço da qual marcou nove golos. Na temporada 1964/1965, conquistou o campeonato inglês, o primeiro título ganho ao serviço do Manchester. Na temporada seguinte, começou a ser reconhecido a nível internacional após ter marcado dois golos, em apenas quinze minutos, ao Benfica, num jogo da Taça do Campeões, a mais importante prova europeia de clubes.
Em 1967, voltou a ganhar o campeonato de Inglaterra e, na temporada seguinte, conquistou a Taça do Campeões Europeus. Na final, disputada em Londres, no Estádio de Wembley, o Manchester derrotou o Benfica por 4-1, com um dos golos a ser marcado por Best.
Em 1968, viria a ser eleito o melhor futebolista europeu do ano, tendo ainda sido o melhor marcador do campeonato inglês com 28 golos.
Devido ao seu cabelo comprido e ao seu estilo de vida, foi chamado de "quinto Beatle", tendo sido a primeira estrela pop do futebol.
No entanto, também ficou conhecido por ser alcoólico e amante das saídas noturnas, comportamento considerado impróprio para um futebolista profissional. Assim apesar do seu talento como futebolista, foi dispensado do Manchester United em 1974. Durante onze anos como profissional no clube de Manchester, Best marcou 178 golos em 466 jogos.
A partir daí e até 1983 George Best representou mais de dez clubes, de Inglaterra, Escócia, Estados Unidos da América e Austrália.
Em finais de 1984 Best esteve preso doze semanas por ter sido apanhado a conduzir embriagado e por ter agredido um polícia. Os seus problemas de alcoolismo duraram até à sua morte, levando a que fosse detido noutras ocasiões.
Como referenciar: George Best in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-19 19:54:46]. Disponível na Internet: