George Eliot

Ficcionista inglesa, de seu nome Mary Ann Evans Cross, nascida em 1819, no Warwickshire, e falecida em 1880. Inicialmente crente no Cristianismo, acabou por converter-se ao ateísmo racionalista, tendo colaborado ativamente na Westminster Review, de tendência positivista e radical, entre 1851 e 1854. Da sua vasta obra, que inclui alguns dos mais importantes romances ingleses do século XIX, destacam-se Scenes from Clerical Life (1857), The Mill on the Floss (1860), Felix Holt the Radical (1866) e Middlemarch (1871-1872).
Como referenciar: George Eliot in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-30 20:17:00]. Disponível na Internet: