Georgetown


Aspetos Geográficos
Capital e maior cidade da Guiana, Georgetown situa-se na costa atlântica, junto à foz do rio Demerara. Constitui também um porto e é protegida por diques devido ao facto de estar situada maioritariamente abaixo do nível médio das águas do mar. Possui uma população de cerca de 250 000 habitantes (2005).

História e Monumentos A cidade foi fundada em 1781 pelos britânicos. Porém, no ano seguinte, foi tomada pelos franceses que a desenvolveram e chamaram "cidade nova". Em 1784, passou para o controlo holandês que a renomeou como Stabroek. Foi recuperada pelos britânicos em 1812, durante as guerras napoleónicas, que a rebatizaram de Georgetown, em honra do rei George III. Tornou-se nesta altura capital da Guiana britânica, ganhando o estatuto oficial de cidade em 1842, durante o reinado da rainha Vitória. Em 1945, um enorme incêndio causou grande destruição na cidade, acontecimento que se repetiu em 1951. Em 1966, tornou-se capital da Guiana independente, tendo-se expandido e desenvolvido significativamente. Um dos seus monumentos mais importantes é a Catedral de St. George, um excelente exemplo da arquitetura vitoriana. Outros monumentos importantes são a Biblioteca Nacional, a State House (residência do presidente construída em 1852) e o Parlamento (construído entre 1829-1834).

Aspetos Turísticos e Curiosidades
É uma cidade repleta de ruas e avenidas arborizadas, possuindo diversos canais que efetuam a drenagem das suas águas, uma vez que se situa abaixo do nível médio do mar. Para proteção das cheias, tem ainda um dique marítimo. A maioria dos seus edifícios e locais mais importantes situam-se na parte ocidental da cidade: a Praça da Independência, os Jardins Promenade, o Museu de Antropologia Walter Roth, o Museu Nacional da Guiana, entre outros. Para sul fica a Câmara Municipal neogótica (de 1889), o Tribunal Vitoriano (1887), o enorme Mercado Stabroek (de 1792), que contém a proeminente torre com um relógio, a Catedral Católica de Brickdam, o St. Andrews Kirk (1818) e o Arco da Independência. No Norte podem encontrar-se o Forte William Frederick, o Umana Yana e o famoso farol.

Economia
Georgetown é a cidade mais importante do país e aquela por onde passam os seus principais negócios. Pelo seu porto são exportados açúcar, madeira, ouro, bauxite e diamantes. Fica na sua área metropolitana a sede do CARICOM, principal organização comercial das Caraíbas. É servida pelo aeroporto de Ogle, mas o aeroporto internacional situa-se a 40 km da cidade. A construção na cidade tem crescido exponencialmente, assim como a indústria turística.
Como referenciar: Georgetown in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-25 10:57:00]. Disponível na Internet: