Gerty Radnitz Cori

Bioquímica norte-americana, de origem checa, nascida em 1896, em Praga, e falecida em 1957, no Montana. Foi galardoada com o Prémio Nobel da Fisiologia e da Medicina em 1947, juntamente com o marido, o bioquímico Carl Cori e com o fisiologista Bernardo Houssay, pela descoberta de uma forma de glucose, contendo fosfato, e a sua importância para o metabolismo dos hidratos de carbono, o que permitiu compreender o papel das hormonas, a epinefrina e a insulina, na conversão de açúcares em amido.
Como referenciar: Gerty Radnitz Cori in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-22 00:42:45]. Disponível na Internet: