Giorgio Armani

Costureiro e estilista italiano, Giorgio Armani nasceu a 11 de julho de 1934, em Piacenza, e durante a sua juventude foi sempre muito influenciado pelo cinema. Apesar de ter estudado medicina, o facto de não suportar ver sangue à sua frente levou-o a optar por outros caminhos. Assim, em 1957, deu os primeiros passos no mundo da moda ao tornar-se decorador de montras da loja Rinascenti, em Milão. Sete anos depois, tentou a sua sorte como estilista e passou a estagiar no atelier de Nino Cerruti.
Em 1970, Armani abandonou a casa Cerruti porque decidiu seguir carreira como estilista freelancer (trabalhou para a Ungaro e a Zegna), até que, em 1974, com a ajuda do amigo Sergio Galeotti, apresentou a marca com o seu nome que se dedicava a vestuário de pronto-a-vestir, inicialmente destinado só a homens. A roupa para mulheres surgiu em 1975. Para lançar esta sociedade, os dois amigos tiveram de vender o carro que possuíam.
As roupas minimalistas desenhadas por Armani, que é tido como um perfeccionista e amante do trabalho, eram elegantes e ao mesmo tempo revolucionárias. Foi graças a este estilista italiano que os casacos dos fatos de homem perderam a sua rigidez, ao confecioná-los com materiais mais suaves que lhes davam sensualidade sem retirar a masculinidade. Paralelamente, as criações dedicadas ao público feminino eram inspiradas no vestuário masculino, por norma mais confortável, onde até ia buscar alguns tecidos. A cada ano que passava, o costureiro italiano acrescentava novos produtos à marca Giorgio Armani, como perfumes, acessórios, jeans, sportswear e a linha de roupa mais acessível Emporio Armani. Esta foi criada em 1981, quando, em conjunto com o sócio Galeotti, constatou que o vestuário de topo era inacessível às bolsas menos favorecidas. Hoje é a linha mais conhecida da sua marca. Depois, criou La Collezzioni, destinada a clientes mais conservadores.
Já em 1991, sentindo que a tendência da moda passava a constar de roupas mais descontraídas, lançou nos Estados Unidos da América a cadeia de lojas A/X Armani, onde são vendidas as coleções de jeans. A partir de então as suas criações enaltecem, principalmente, o conforto e a elegância do simples.
Em 1997, lançou a Giorgio Armani Exclusive, uma linha limitada de criações feitas à mão que só são vendidas por encomenda e a clientes selecionados.
A Armani é atribuída a suavização da imagem do vestuário masculino, ao mesmo tempo que tornou mais agressivas e duras as roupas femininas.
Entre as suas clientes mais famosas contam-se algumas atrizes de Hollywood, como Jodie Foster, Michelle Pfeiffer e Annette Benning, que nas galas dos Óscares, prémios de cinema, exibem a obra de Giorgio Armani para todo o mundo.
Como referenciar: Giorgio Armani in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-21 07:56:46]. Disponível na Internet: