Girolamo Cardano

Astrólogo, médico, filósofo e matemático italiano, filho do advogado e matemático Fazio Cardano, nascido a 24 de setembro de 1501, em Pavia (Itália), e falecido a 21 de setembro de 1576, em Roma. Formou-se na sua cidade natal e em Pádua, onde fez um doutoramento em Medicina (1525). Foi bastante competente nesta ciência, conseguindo curar um grande número de pessoas e ganhando, deste modo, fama pela Europa, sendo autor da obra De malo recentiorum medicorum medendi usu libellus (1536). A Matemática foi outro campo em que se destacou, sendo por alguns considerado o mais importante da altura em que viveu. Em 1535, o matemático Tartaglia confrontou-se em concurso com Fior, e entretanto descobriu por si a fórmula quadrados e cubos são iguais aos números (cuja solução del Ferro descobrira em primeiro lugar, mas que não revelou). Esta solução foi requestada por Cardano para publicação num livro, em 1539. Tartaglia recusou, uma vez que tencionava publicar ele próprio uma obra. Mais tarde Tartaglia tornou-se amigo de Cardano, com o intuito de conseguir um posto na corte do Marquês del Vasto, e acabou por fornecer a fórmula (que se viria a denominar fórmula Cardano-Tartaglia) a Cardano, depois deste prometer segredo. Contudo Cardano, após ter descoberto que a decifração tinha sido efetuada em primeiro lugar por del Ferro e dada a manifesta antipatia que Tartaglia passou a dedicar-lhe, decidiu publicá-la no livro Artis magnae sive de regulis algebraicis liber unus (1545).
Saíram da mão de Cardano escritos matemáticos como Practica arithmetica et mensurandi singularis (1519), os primeiros estudos sobre probabilidades, além de tratados sobre a teoria física da Natureza (De rerum varietate e De subtilitate rerum). Para além da Matemática, a sua carreira literária foi bem-sucedida, tendo escrito sobre temas diversos de medicina, filosofia, astronomia e teologia.
De temperamento conflituoso e arrogante, viciado no jogo, a sua capacidade em granjear inimigos não lhe tornou a vida fácil.
Em 1570, a Inquisição decretou a sua prisão por heresia durante alguns meses.
Como referenciar: Girolamo Cardano in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-17 19:14:14]. Disponível na Internet: