Artigos de apoio

glicemia
A concentração de glicose no sangue, denominada glicemia, é regulada por uma série de mecanismos que permitem mantê-la dentro de determinados valores, considerados normais. No ser humano adulto, a glicemia média varia entre os 60 mg de glicose por 100 ml de sangue (60 mg/100 ml) e os 110 mg de glicose por 100 ml de sangue (100 mg/100 ml).
Quando a concentração de glicose sanguínea é inferior a 60 mg/100 ml, o organismo passa a estar numa situação de hipoglicemia. Valores muito reduzidos de glicemia podem conduzir a um estado de coma e até à morte. A hipoglicémia estimula a segregação um conjunto de hormonas (ex.: glucagon), cuja ação estimula a glicogenólise (degradação do glicogénio) e a gliconeogénese, processo em que são utilizados aminoácidos e lactato para sintetizar glicose.
Nos casos em que a glicemia atinge valores elevados, acima dos 100 mg/100 ml, o organismo diz-se num estado de hiperglicemia, que também pode ser fatal. A hiperglicemia desencadeia uma série de eventos que conduzem à reposição dos valores normais de glicemia, como a secreção de insulina, que estimula a glicólise (utilização da glicose pelas células), e a glicogénese (síntese de glicogénio).
Como referenciar: glicemia in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-12-14 06:36:26]. Disponível na Internet: