glucose

A glucose, também designada por glicose, dextrose ou açúcar da uva, é o monossacarídeo (aldo-hexose) mais abundante na Natureza, estando presente nos frutos doces, como é o caso da uva, e também no mel, juntamente com a frutose. Também existe em pequenas quantidades no sangue (glicemia) e na urina.
A sua fórmula molecular (C6H12O6) foi estabelecida por Tollens em 1888 e a sua estrutura por Emil Fischer em 1891.
A glucose é constituinte de muitos oligossacarídeos, entre os quais: a maltose, dissacarídeo que se obtém por hidrólise enzimática do amido; a celobiose, que se obtém por hidrólise enzimática da celulose; a sacarose, em que a glucose se encontra combinada com a frutose; e a lactose em que a glucose se combina com a galactose. É o único componente de vários polissacarídeos como o amido, a celulose e o glicogénio. A glucose e os seus derivados são muito importantes no metabolismo da energia dos seres vivos.
A D-glucose quando livre apresenta-se sob a forma de hemiacetal cíclico, que se designa por glucopiranose.
Comercialmente a D-glucose produz-se por hidrólise em meio ácido do amido da batata.
A D-glucose é o ponto de partida da síntese do ácido L-ascórbico (vitamina C). Quanto à L-glucose não está provada a sua existência natural em determinadas plantas. Esta pode ser sintetizada a partir da L-arabinose.
Como referenciar: glucose in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-15 03:08:04]. Disponível na Internet: