Gonçalo Ribeiro Telles

Arquiteto paisagista português nascido a 25 de maio de 1922 em Lisboa, cidade onde morreu a 11 de novembro de 2020

.

Ribeiro Telles licenciou-se em Engenharia Agrónoma no Instituto Superior de Agronomia em 1952, tendo concluído nesse mesmo ano o Curso Livre de Arquitetura Paisagista. Em 1953, ingressou na Câmara Municipal de Lisboa, onde permaneceu até 1960, projetando espaços públicos por toda a cidade, com destaque para as novas áreas de expansão da mesma na década de 50. Manteve sempre uma intensa atividade profissional, incluindo alguns períodos de docência em diversas instituições de ensino

.

São diversos os seus trabalhos de referência, destacando-se o parque da Fundação Calouste Gulbenkian, projetado durante a década de 60, em coautoria com António Viana Barreto, obra contemplada com o Prémio Valmor (1975

).

De 1998 a 2002, e por iniciativa da Presidência da Câmara Municipal de Lisboa, coordenou uma equipa técnica responsável por um conjunto muito vasto de projetos, em Lisboa e na Área Metropolitana, relativos às Estruturas Verdes Principal e Secundária, hoje em diferentes fases de implementação, tais como o Vale de Alcântara e a radial de Benfica, o Vale de Chelas, o Parque Periférico, o Corredor Verde de Monsanto e a Integração na Estrutura Verde Principal de Lisboa, da Zona Ribeirinha Oriental e Ocidental. Porém, a atividade política ocupou uma parte significativa do seu desempenho profissional anteriormente ao 25 de abril, tendo depois sido fundador do Partido Popular Monárquico

.

Foi secretário de Estado do Ambiente, ministro de Estado e da Qualidade de Vida, deputado e vereador da Câmara Municipal de Lisboa e ainda fundador e dirigente do Partido da Terra

.

Gonçalo Ribeiro Telles foi um notável seguidor de Francisco Caldeira Cabral, tendo dado voz e posto em prática a nível nacional muitas das suas ideias, introduzindo sempre contemporaneidade e manifestando uma grande capacidade mobilizadora para a causa do ambiente em Portugal, que teve em Ribeiro Telles uma das principais referências

.
Como referenciar: Gonçalo Ribeiro Telles in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-04-18 13:11:25]. Disponível na Internet: