Artigos de apoio

gospel
A música gospel negra está associada às igrejas pentecostais do sul dos Estados Unidos e foi a que mais influenciou a música popular. Desenvolveu-se a partir da combinação de cânticos antigos e elementos dos espirituais negros. O ato de cantar, que pode levar à dança extática, é normalmente acompanhado pelo piano ou órgão, frequentemente ao ritmo do bater de palmas ou pandeiretas.
O blues sofreu a influência do gospel. O cantor Gary Davies foi um sacerdote batista e muito do seu repertório era religioso. A discografia de Blind Willie Johnson, entre 1927 e 1930, é dominada pela religiosidade, e considerada uma raridade para colecionadores de blues. Durante décadas, coros negros imitaram os Fisk Jubilee Singers (formados em 1867), que foram um enorme sucesso, em 1872, no World Peace Jubilee, em Boston.
As igrejas negras tomaram como ponto de partida os cânticos brancos, mas seguiram uma direção diferente, pois encorajavam a utilização de instrumentos rítmicos nas celebrações.
Entre os mais prominentes na música gospel negra estiveram George Beverly Shea (n. 1909) e W. Herbert Brewster Sr (n. 1899), que compôs o tema "Move On Up A Little Higher". Thomas Dorsey (n. 01-07-1899 - 23-01-93) foi, no entanto, o mais importante compositor e editor de música gospel de sempre. Compôs cerca de mil canções, entre as quais se destacam "If I Don't Get There", "If You See My Saviour", "Precious Lord", "Peace In The Valley", "Take My Hand Precious Lord", gravada por Elvis Presley, e "Sweet Bye Bye". Fundou a "A. Thomas Dorsey Gospel Songs Publishing Company" em 1930. Foi responsável pelo primeiro quarteto gospel feminino. Trabalhou com Sally Martin, e descobriu as cantoras Clara Ward e Mahalia Jackson. Fez digressões internacionais com o Gospel Choral Union entre 1932 e 1944. Fundou a National Convention of Gospel Choirs and Choruses em 1933.
Outros nomes que se destacaram na música gospel foram os artistas Rosetta Tharpe, The Ward Singers, Bessie Griffin, e grupos masculinos a capella como Dixie Hummingbirds, The Soul Stirrers, The Swan SilvertonesThe Golden Gate Jubille Quartet e The Staples Singers. Os grupos femininos também assumiram destaque, particularmente as Southern Harps Spiritual Singers e as Original Gospel Harmonettes, onde cantava Dorohty Love Coates. Estes grupos exerceram influência no rhythm & blues e na música soul, personificada em artistas como Aretha Franklin, Sam Cooke, James Brown, Ray Charles ou The Temptations.
Como referenciar: gospel in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-12-12 00:53:10]. Disponível na Internet: