Grazia Deledda

Romancista da escola naturalista italiana nascida a 27 de setembro de 1875, na Sardenha e falecida a 15 de agosto de 1936, em Roma. Foi galardoada com o Prémio Nobel da Literatura em 1926.
Começou a sua carreira de escritora muito cedo, a partir dos seus treze anos viu os seus contos serem publicados em Roma, assim como a sua primeira novela Fior di Sardegna. A sua primeira obra de sucesso foi Elias Portolú (1903), cujo tema se relaciona com um amor impossível - um pastor apaixona-se pela noiva do irmão e escolhe refugiar-se na condição de padre, mas o irmão falece e surge o conflito entre o amor e o dever.
Outros dos seus trabalhos mais importantes são: Dopo il divorzio (Depois do Divórcio, 1902) e La madre (A Mãe, 1920).
Como referenciar: Grazia Deledda in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-21 17:01:24]. Disponível na Internet: