Gunnar Björling

Poeta finlandês pertencente à minoria de expressão sueca, Gunnar Björling nasceu a 31 de maio de 1887, em Helsínquia. Filho de um funcionário dos correios, passou a sua infância e juventude entre Helsínquia, Viipuri e Kangasala.
Formou-se em Psicologia pela Universidade de Helsínquia em 1905, tentando uma carreira como professor na Escola Normal de Expressão Sueca, que não resultou pelo facto de Björling manter um relacionamento demasiadamente informal com os seus alunos e exibir opiniões pouco convencionais.
Dedicou-se inteiramente à escrita, fazendo-se rodear de discípulos com a vontade comum de renovar a literatura finlandesa. Durante a Guerra Civil da Finlândia, que ocorreu entre 1917 e 1918, Björling permaneceu em Helsínquia, dominada pelos Vermelhos, simpatizantes com os ideais da Revolução Russa, escondendo um emissor de rádio na cave, para poder informar os Brancos, fação conservadora nessa guerra. Estreou-se como poeta aos trinta e cinco anos de idade, com a publicação de Vilande Dag (1922), uma coletânea de poemas em prosa. Após um período de dadaísmo frenético nos finais da década de 20, começou a recorrer a temas da natureza e da vida quotidiana, publicando Kiri-ra! (1930) e Solgrönt (1933).
Durante a Guerra da Continuação (1941-44) caiu-lhe uma bomba em casa, destruindo todos os seus manuscritos. Gerador de controvérsia e opiniões contraditórias, Björling foi escolhido pela Sociedade Literária Sueca na Finlândia para receber um dos seus prémios em 1947, pelo que o presidente da sociedade se demitiu em sinal de protesto.
Foi galardoado, em 1955, com o prémio literário estatal, pela publicação de Att I Sitt Öga (1954), e honrado na Suécia com a criação de uma tertúlia literária com o seu nome, a Björlingsamfund, fundada em 1949.
Faleceu em Helsínquia a 11 de julho de 1960. Embora não tivesse conhecido o sucesso imediato, pela estranheza da sua obra, de cariz dadaísta, influenciou sobretudo compositores, dos quais se destacam Magnus Lindberg. Cerca de trinta mil dos seus poemas estão guardados na biblioteca da Åbo Akademi, em Turku, a mais conceituada instituição de ensino superior de expressão sueca na Finlândia.
Como referenciar: Gunnar Björling in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-24 18:30:57]. Disponível na Internet: