Guns N' Roses

Numa altura em que a pop era dominada pela música de dança e pelo pop-metal, os Guns N' Roses, grupo musical norte-americano, revitalizaram o rock & roll duro e rude, através de uma imagem de rebeldia, fazendo-o chegar com sucesso às tabelas de vendas.
O grupo formou-se em Hollywood, em 1985, quando Axl Rose (n. William Bruce Bailey, 1962-02-06, Lafayette, Indiana, EUA) e Izzy Stardlin (n. Jeffrey Isbell, 1962-04-08, Lafayette, Indiana, EUA) se juntaram ao guitarrista Slash (n. Saul Hudson, 1965-07-23, Stoke-on-Trent, Inglaterra), ao baixista Duff McKagan (n. Michael Mckagan, 1964-02-05, Seattle, Washington, EUA) e ao baterista Steven Adler (n. 1965-01-22, Cleveland, Ohio, EUA). O nome surgiu a partir de duas bandas em que Axl e Izzy tinham tocado - os L.A. Guns e os Hollywood Roses.
Após um percurso ao vivo pelos bares rock de Hollywood, lançaram o seu EP de estreia em 1986, Live?!*@ Like A Suicide, que originou um contrato com a editora Geffen Records. No ano seguinte lançaram o seu álbum de estreia, Appetite For Destruction, que incluiu os êxitos "Sweet Child O' Mine", "Paradise City" e "Welcome To The Jungle". Nesse ano fizeram as primeiras partes dos concertos dos Aerosmith, dos Motley Crue e dos Cult. Em finais de 1988, o grupo consolidou a sua popularidade mundial com o trabalho G N'R Lies, que incluiu os temas do primeiro EP e quatro novas canções acústicas. São deste segundo álbum os clássicos "Used To Love Her" e "Patience". O sucesso comercial foi de tal forma estrondoso que os Guns conseguiram manter os seus dois álbuns no top 5 ao mesmo tempo.
Ao mesmo tempo foi crescendo a controvérsia à volta do comportamento de alguns membros da banda em locais e cerimónias públicas.
Em outubro de 1990, o baterista Adler foi despedido por envolvimento em drogas, e logo substituído pelo ex-Cult Matt Sorum (n. Matthew Sorum, 1960-11-19, Long Beach, California, EUA). Durante a gravação do álbum seguinte, já em 1991, o grupo incorporou o teclista Dizzy Reed (n. Darren Reed, 1963-06-18, Hinsdale, Illinois, EUA). No outono do mesmo ano, os Guns N' Roses editaram não um, mas dois álbuns, Use Your Illusion I e Use Your Illusion II. Estes trabalhos revelaram uns Guns mais ambiciosos e complexos na composição dos seus temas, integrando baladas, secções de metais, sonoridades blues e coros femininos. Fazem parte dos momentos mais marcantes deste dois trabalhos temas como "You Could Be Mine", "Live and Let Die" (original de Paul McCartney), "Don't Cry", "November Rain", "Civil War" e "Knocking On Heaven's Door" (versão do original de Bob Dylan, que integrou a banda sonora de Days of Thunder). O sucesso foi estrondoso, mas, infelizmente para os Guns, pouco duradouro. No final de 1991, Stradlin deixou a banda, privando-a do seu melhor compositor. Com novo guitarrista, Gilby Clarke (n. Gilbert Clarke, 1962-08-17, Cleveland, Ohio, EUA), os Guns iniciaram uma gigantesca digressão mundial, que incluiu o concerto-tributo a Freddie Mercury, em abril de 1992.
Em 1993, surgiu The Spaghetti Incident, um álbum de versões de temas punk que marcou o declínio comercial e artístico do grupo e que incluiu o single "Since I Don't Have You". Em 1994, o grupo gravou uma versão de "Sympathy For The Devil" (Rolling Stones), que foi incluída na banda sonora do filme Interview With The Vampire, de Neil Jordan. Nesse mesmo ano surgiram rumores sobre um possível fim do grupo motivado por divergências musicais entre Axl Rose e Slash.
Em 1995, o guitarrista lançou o seu projeto, Slash's Snakepit, com o álbum It's Five O'Clock Somewhere, e um ano depois era anunciada oficialmente a sua saída dos Guns 'n' Roses.
Em 1999, surgiu a primeira canção original dos Guns em oito anos, Oh My God, integrada na banda sonora do filme End Of Days, do realizador Peter Hyams, com Arnold Schwarzenegger no principal papel. Sendo o único membro original da fundação do grupo, Axl Rose contou com o guitarrista Robin Finck (Nine Inch Nails), o baixista Tommy Stinson (Replacements), o baterista Josh Freese (Vandals), o guitarrista Paul Huge e o teclista Dizzy Reed. Com esta formação, os Guns 'n' Roses deram o seu primeiro concerto em sete anos de inatividade na noite de Ano Novo (2000), na House of Blues, em Las Vegas.
Em 2000, a editora Geffen lançou o duplo registo ao vivo Live Era 87-93, retratando o auge do grupo. Em janeiro de 2001, ocorreu a participação da banda no prestigiado festival Rock in Rio.
Em 2003, foi editado um best of da banda, com o título Greatest Hits, que reuniu os temas mais significativos de uma banda com seis anos de carreira discográfica. Continuaram indefinidamente os rumores de edição de um novo álbum de originais, pretensamente já gravado, e que se chamaria Chinese Democracy. Todavia, ainda sem uma data prevista de lançamento para o disco, a continuidade dos Guns N' Roses era uma incógnita permanente. O grupo participou no festival Rock in Rio Lisboa, em 2006.
Como referenciar: Guns N' Roses in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-04-09 19:21:51]. Disponível na Internet: