habitats intermarés

Ao contrário do que acontece nos habitats costeiros onde os organismos estão sempre em meio aquático, os organismos que habitam as regiões intermarés, que estão cobertas de água durante a maré cheia e descobertas durante a maré baixa, são capazes de sobreviver em meio aquático e aéreo, conforme o ritmo das marés cobre ou descobre os seus habitats.
A maneira como os habitantes dos habitats intermarés se comportam é um exemplo da interação entre os fatores físicos (temperatura e desidratação), e interações entre os seres vivos (competição e predação). Esta ação recíproca origina, muitas vezes, quatro tipos de estratos na zona intermarés, que é seguida pela zona média e pela zona baixa das intermarés. Os organismos que vivem na zona alta são capazes de se conservarem expostos ao ar durante períodos muito mais longos do que aqueles que habitam as zonas média ou baixa das intermarés.
Como referenciar: habitats intermarés in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-04-19 21:50:30]. Disponível na Internet: