Hamid Karzai

Político e governante afegão, nascido a 24 de dezembro de 1957, em Karz, na região de Kandahar, no Afeganistão, tornou-se presidente eleito do seu país em 2004.
Hamid Karzai pertence à tribo Popalzai, do povo Pashtun, cujo chefe era o seu pai.
Fez os seus estudos sucessivamente em Kandahar, em Cabul, capital do Afeganistão, e em Simla, na Índia. Aqui completou uma pós-graduação em Ciências Políticas. Hamid Karzai estava na Índia quando o seu país foi invadido pela União Soviética, em 1979. Durante a ocupação soviética, na década de 80, enquanto estava no exílio, serviu de conselheiro à oposição, liderado pelos mujahedine, chegando a desempenhar funções de diplomata. Depois de expulsos os soviéticos, Karzai regressou ao seu país e, em 1992, tornou-se ministro dos Negócios Estrangeiros, tendo ficado dois anos no cargo. Entretanto, o Afeganistão foi assolado por uma guerra civil protagonizada pelos diversos senhores da guerra locais que pretendiam tomar o poder. Os taliban tomaram o poder e convidaram Karzai para embaixador do país nas Nações Unidas. Contudo, este, ao perceber a ligação dos taliban a grupos terroristas estrangeiros, cortou os laços com este regime. Refugiou-se no Paquistão em 1996, a partir de onde organizou a oposição ao regime taliban.
Quando o seu pai foi assassinado em 1999, supostamente por agentes taliban, Hamid Karzai sucedeu-lhe enquanto líder da tribo Popalzai, composta por cerca de 500 mil pessoas. Desafiou os taliban, assim como o governo paquistanês, e organizou uma caravana fúnebre até Kandahar, para enterrar o seu pai. Apesar desta região afegã ser dominada pelos taliban, estes não ousaram tentar travar Karzai. Este ato de desafio e coragem levou a que passasse a ser encarado com um dos rostos mais visíveis da resistência aos taliban.
Em outubro de 2001, já depois dos atentados contra o World Trade Center, em Nova Iorque, que levaram a uma intervenção militar norte-americana contra os taliban, Karzai regressou ao Afeganistão para organizar uma revolta contra o regime. Em dezembro os taliban retiraram de Kandahar e, num encontro entre as fações representativas dos maiores grupos étnicos do Afeganistão, Hamid Karzai foi escolhido para liderar a administração provisória do país.
Em junho de 2002 foi nomeado presidente do governo provisório afegão e em outubro de 2004, ao ganhar as primeiras eleições presidenciais no país, assumiu a presidência do Afeganistão por um período de cinco anos.
Como referenciar: Hamid Karzai in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-04-08 09:29:04]. Disponível na Internet: