Hendrik Verwoerd

Primeiro-ministro sul-africano, nascido em 1901, em Amesterdão, foi o principal ideólogo do apartheid, lei que estabelecia a separação das raças e introduziu a Lei do Autogoverno e Promoção dos Bantos, em que os negros eram recolonizados em reservas e com promessas de uma eventual independência. Esta política provocou tumultos que foram reprimidos pelo Governo, por exemplo, o tiroteio de Sharpeville sobre pessoas desarmadas. Verwoerd proibiu as atividades do Congresso Nacional Africano e Pan-Africano e legalizou a prisão sem julgamento. Em 1948 foi eleito senador, entre 1950 e 1958, ministro dos Assuntos Indígenas e, em 1959, primeiro-ministro. Foi assassinado no Parlamento em 1966.
Como referenciar: Hendrik Verwoerd in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-12 06:35:02]. Disponível na Internet: