Henri de Montherlant

Escritor e dramaturgo francês nascido em 1896, em Paris, e falecido em 1972, foi o autor de Le Songe, considerado um dos melhores "romances de guerra". Nunca esqueceu a nostalgia da atmosfera religiosa e o espírito comunitário do Colégio de Sainte-Croix de Neuilly, que frequentou em 1912. Na sua juventude, foi soldado de infantaria, tendo ficado seriamente ferido em 1918; foi desportista e participou em touradas em Espanha, tendo sido atingido por um touro no pulmão. Após 1925 e durante dez anos, Montherlant percorreu a Espanha, a África do Norte e a Itália. Em 1935 publicou Service Inutile, onde evocou a sua juventude. Fez no teatro uma segunda carreira que não interrompeu senão para publicar, vinte e quatro anos depois, Les Jeunes Filles e Le Chaos de la Nuit. Mas, entre 1942 e 1965, a parte mais espetacular da sua obra é, sem dúvida, a sua obra teatral da qual se destacam La Reine Morte e La Guerre Civile. Em 1968 publica La Rose de Sable, obra escrita em 1932, mas que Montherlant não publicou durante três décadas por escrúpulo patriótico. Muitos o censuraram por ter invocado, anunciado e exaltado essa obra e pelos elogios que não cessou de tecer a si próprio.
Como referenciar: Henri de Montherlant in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-15 02:34:19]. Disponível na Internet: