Henri Fayol

Engenheiro francês, nascido em 1841 e falecido em 1925, formou-se com 19 anos na Escola de Minas de St. Etienne. Na primeira empresa em que trabalhou, que se encontrava numa situação económica difícil, Fayol é imediatamente sensibilizado pelo desperdício de recursos que caracteriza o dia a dia da empresa. Graças à sua direção, que assume aos 47 anos, a empresa recupera. É a partir desta experiência que elabora então uma doutrina administrativa, mais tarde designada por Fayolismo ou Teoria Clássica da Administração, que tem por objetivo o governo da empresa no seu conjunto, e resumindo os seus princípios na sua obra Administration Industrielle et Genérale, publicada em 1916. Fayol considera fundamental a formação dos gestores que poderiam assim assegurar uma racionalidade administrativa nas empresas. Na sua opinião, nas empresas valorizava-se apenas o trabalho técnico, esquecendo, o que é fundamental, ou seja, a componente administrativa. Ao nível da estrutura organizacional preconiza a organização linear, baseada na unidade de comando e na centralização da autoridade.
Como referenciar: Henri Fayol in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-04-19 11:23:19]. Disponível na Internet: