Henrique Mendes

Locutor e apresentador de rádio e televisão nascido a 2 de janeiro de 1931, em Lisboa, e falecido a 8 de julho de 2004, na mesma cidade. A sua carreira começou aos 19 anos como locutor na Rádio Renascença e oito anos depois passou para a televisão, tendo ingressado na Radiotelevisão Portuguesa para apresentar programas, fazer entrevistas e trabalhar como repórter. Henrique Mendes, que foi uma das primeiras grandes figuras da televisão portuguesa, especializou-se na apresentação de concursos e programas musicais. Nesta época, entregou o primeiro automóvel atribuído num concurso de televisão.
Apresentou por diversas vezes o Festival RTP da Canção, ao mesmo tempo que fazia parte do júri que avaliava e classificava os concorrentes. Também foi pivot do "Telejornal", não deixando de apresentar programas na rádio, na altura no Radio Clube Português.
Paralelamente à atividade na comunicação social, apresentou os grandes espetáculos musicais que tiveram lugar no Teatro Monumental, em Lisboa, onde pontificaram artistas nacionais e alguns nomes estrangeiros. Após a Revolução do 25 de abril de 1974 foi afastado da RTP e em 1975 mudou-se para o Canadá. Naquele país montou e dirigiu a estação de rádio "Asas do Atlântico", que dedicava grande parte da programação à comunidade portuguesa residente em Toronto.
Em finais de 1979, Henrique Mendes regressou a Portugal, mas só voltou a ser uma cara conhecida a partir de 1993, altura em que o canal privado de televisão SIC o convidou para apresentar o concurso "Caça ao Tesouro", ao lado de Catarina Furtado e Rita Blanco. Graças a programas muito populares como "Ponto de Encontro" e a série "Médico de Família", ambos transmitidos pela SIC, recuperou em pouco tempo a fama que tinha antes de ser afastado da RTP. Posteriormente, participou como ator na série portuguesa "Médico de Família" e na telenovela "Lusitana Paixão".
Ao longo da sua carreira, principalmente durante a década de 60, colecionou vários prémios na área da Imprensa. Já no final dos anos 90, voltou a ser distinguido com galardões importantes como o troféu "Expresso 25 anos", que em 1998 o destacou como uma das personalidades portuguesas do último quartel do século XX, e o prémio "Bordalo", atribuído em 1999 pela Casa da Imprensa.
Como referenciar: Henrique Mendes in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-04 09:36:09]. Disponível na Internet: