hiena

Designação dos mamíferos carnívoros da família dos Hienídeos que habitam áreas não florestadas do sudoeste asiático e oeste africano. A hiena alimenta-se de carcaças não consumidas pelos predadores, como acontece com os grandes felinos. Contudo a hiena-malhada ataca em grupo rebanhos selvagens e domésticos, mas não ataca os humanos. Na família dos Hienídeos existem apenas quatro espécies: a hiena-malhada (Crocuta crocuta) que habita a zona central da África, desde o Sara até ao norte da África do Sul; a hiena-parda (Hyaena bruna) exclusiva da África do Sul; a hiena-raiada (Hyaena hayena) do leste e centro de África, Península Arábica, Sueste Asiático e Índia; e o protelo ou lobo-da-terra (Protelis cristatus) que é mais pequeno não ultrapassando os 80 centímetros, e que existe no Sul e Este de África e especializou a sua alimentação no consumo de insetos, principalmente térmites.
De todas as hienas a que possui maior dispersão geográfica é a hiena-malhada cujo comprimento da cabeça e tronco pode atingir 150 centímetros e a cauda cerca de 30 centímetros. A sua altura pode atingir os 90 centímetros e o seu peso varia entre os 55 e os 85 quilos. A cabeça é grande e larga, com focinho comprido e achatado semelhante ao de alguns cães. As maxilas são extraordinariamente fortes e sólidas. As orelhas são curtas e arredondadas. O pelo acinzentado ou amarelado é curto e eriçado, com malhas negras. Os membros anteriores são mais compridos que os posteriores pelo que a parte traseira do animal é descaída.
A alimentação é, ocasionalmente, necrófaga, contudo costuma ser ela própria a caçar gazelas, gnus e zebras.
A gestação da hiena-malhada demora cerca de 110 dias originando uma ou duas crias e por vezes três. Os recém-nascidos são pardo-escuros e não apresentam qualquer malha. Aos 5 meses começam a aparecer as primeiras malhas na região cervical. Com dois anos de idade o animal atinge todo o seu desenvolvimento e as malhas cobrem também as patas. A sua longevidade pode atingir os 25 anos.
Como referenciar: hiena in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-21 06:09:22]. Disponível na Internet: