Hiparco

Tirano de Atenas do século VI a. C., governou entre 528-27 e 514 a. C. Era o filho mais novo de Pisístrato, a cuja morte sucedeu no poder juntamente com seu irmão Hípias, embora com menos influência no governo. Homem culto, continuou a tradição paterna do mecenato artístico e literário, rodeando-se na corte de poetas como Anacreonte ou Simónides, de músicos como Laso, ou até de grandes homens dos oráculos e do orfismo como Honomácrito. Em 514, foi assassinado por Armódio e Aristogítones, movidos mais por causas pessoais ou do foro privado do que políticas. A conspiração previa também a morte de seu irmão Hípias, que no entanto se salvou. Os tiranicidas foram porém consagrados pela tradição como libertadores, que fez de Híparco um tirano cruel e um homem dissoluto, o que não é de todo verídico.
Como referenciar: Porto Editora – Hiparco na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-27 16:31:49]. Disponível em