HSCSD

O HSCSD (High Speed Switched Data) é um aperfeiçoamento de uma tecnologia já existente - o CSD (Circuit Switched Data), no qual se baseiam as redes celulares existentes. O objetivo do HSCSD é elevar a velocidade da transmissão de dados através da rede móvel. Esta tecnologia permite um acesso três vezes mais rápido aos serviços de dados, o que significa que com o HSCSD os utilizadores da rede móvel estão aptos a enviar e receber dados a uma velocidade muito superior à de anteriormente.
O High Speed Switched Data insere-se num conjunto de tecnologias que constituem a família GSM (Global System for Mobile Communications), entre elas o GPRS (General Packet Radio Services), tecnologia que também visa aumentar a velocidade da transferência de dados na rede móvel. O HSCSD permite uma grande velocidade no envio e receção de dados utilizando as redes GSM, conseguindo velocidades de transmissão entre os 28,5 kbps e os 43,2 kbps, utilizando para isso quatro canais das redes GSM. O HSCSD e o GPRS são ambos tecnologias que aumentam a velocidade de transmissão de dados através das redes móveis, embora sejam tecnologias divergentes. As suas funcionalidades práticas são muito similares mas também existem algumas diferenças importantes. O HSCSD é anterior ao GPRS, foi a primeira tecnologia a permitir o aumento da largura de banda através da rede GSM e funciona de um modo diferente. Enquanto o GPRS permite a partilha de um canal (slot) por vários utilizadores, no HSCSD é atribuído um canal físico permanente à ligação durante a totalidade da duração da chamada, mesmo que não estejam a ser efetuadas transferências de dados.
A principal vantagem da tecnologia HSCSD em relação ao GPRS é, talvez, o facto de exigir um investimento inferior em termos de equipamento do que o GPRS, tecnologia mais complexa. Outra das grandes vantagens desta tecnologia reside no facto de permitir uma maior constância das velocidades de transferência de dados na rede, o que é muito importante em determinadas aplicações, como no caso da videoconferência, onde se fosse utilizado o GPRS poderiam ocorrer flutuações na imagem.
A maior desvantagem, a nível do utilizador, é a forma de taxação do HSCSD, que é efetuada em função do tempo de uso, ao passo que na tecnologia GPRS a taxação é efetuada de acordo com o volume de dados transferidos. No que se relaciona com as operadoras móveis, o HSCSD tem a vantagem de exigir um investimento menor, mas tem também a desvantagem de a gestão da rede ser difícil de fazer pois esta tecnologia pode levar à monopolização dos canais pelos utilizadores. Importa também referir que o HSCSD apresenta muitas dificuldades no estabelecimento de comunicações a alta velocidade, embora neste aspeto seja um pouco mais eficiente do que o GPRS.
Como referenciar: HSCSD in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-22 14:24:18]. Disponível na Internet: