Huguette Bouchardeau

Escritora, política e governante francesa, nascida a 1 de junho de 1935, em Saint-Ètienne, era filha de um operário e de uma estenodactilógrafa. Na infância e juventude viveu com mais cinco irmãos.
Após casar aos 20 anos com um psicólogo, de quem herdou o nome Bouchardeau, Huguette licenciou-se em Filosofia na Universidade de Lyon.
Aos 26 anos, tornou-se professora de filosofia no liceu, passando a mestre de conferências em ciências da educação na Universidade de Lyon em 1970.
Em 1978, fundou, para uma editora literária, uma coleção dedicada à memória de mulheres famosas. Dedicou-se então à escrita, tendo elaborado biografias de mulheres como George Sand, Elsa Triolet, Simone Weil ou Agatha Christie.
Huguette Bouchardeau apostou também na ficção, tendo lançado Carnets de Prague e As Minhas Noites com Descartes, de 2002, que, em 2005, seria a sua primeira obra a ser editada em Portugal. Este romance mistura ficção com realidade e permite ficar a conhecer melhor a vida e obra do filósofo francês René Descartes.
Huguette dedicou-se também com sucesso a uma carreira política, tendo sido Secretária Nacional do PSU (Partido Socialista Unificado) entre 1979 e 1981. Neste último ano, foi a candidata do PSU à presidência da República Francesa. Em 1983 e 1984, foi ministra do Ambiente, mas, no ano seguinte, abandonou o PSU.
Em 1988, foi uma das fundadoras do Entente Européenne pour L'Environement, organização ambientalista que viria a presidir. Esta organização fundiu-se em 1995 com o Comité Francês para o Ambiente, fundado por Simone Weil, e com a Fundação Europeia para o Ambiente, dando origem ao Comité 21. Este organismo foi criado para supervisionar a aplicação em França da Agenda 21, assinada na sequência da Cimeira da Terra de 1992, que decorreu no Rio de Janeiro no Brasil.
Três anos mais tarde, Huguette Bouchardeau integrou uma comissão que teve por objetivo estabelecer o diagnóstico sobre o sistema francês de ensino e formação.
Entretanto, em 1994 já havia fundado a sua própria editora literária, a H.B. Éditions, na qual trabalhou sempre com o filho, François Bouchardeau, o diretor-geral.
Como referenciar: Porto Editora – Huguette Bouchardeau na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-07-27 06:43:50]. Disponível em