Igreja Matriz de S. Martinho de Mouros

A Igreja Matriz de S. Martinho de Mouros é um admirável templo românico do século XII e de inícios do séc. XIII, apresentando uma estrutura peculiar, diferente das outras igrejas da época construídas em território português. Uma leitura das siglas ostentadas em grande parte dos silhares constitui valiosa informação para a história da Matriz.
Situada próximo de Resende, a matriz de S. Martinho de Mouros é uma das mais belas igrejas românicas do interior nortenho. A fachada, marcadamente defensiva, é delimitada por um torreão de largo e sólido corpo. Sobre ele eleva-se a sineira de duas ventanas em cada face, abertas em arcos plenos. O pano da fachada é rematado por uma cornija, formada por pequenas arcadas cegas que assentam em cachorrada esculpida. Ao centro da arcatura rasga-se uma fresta bem distanciada do portal.
O Portal desenvolve-se em várias arquivoltas ligeiramente apontadas, em trabalho liso, envoltas por um arco ornado de motivos geométricos e sustentadas por colunelos, cujos capitéis são decorados por revolta folhagem.
Lateralmente, na cornija das fachadas, repete-se a arcatura da torre, mas mais baixa, rasgando-se longas e estreitas fenestrações, reforçando a ausência decorativa o aspeto defensivo da torre da frontaria.
No interior do templo, de nave única, sobressaem duas grossas colunas que suportam internamente a torre. A capela-mor, profunda e de planta retangular, ostenta duas tábuas quinhentistas, onde se representa S. Martinho com o pobre e a Visão de S. Martinho, e ainda um retábulo barroco de talha dourada. Cobre esta capela uma abóbada de caixotões em talha dourada e revestida por painéis pintados, igualmente setecentistas.
Digno de realce são ainda os capitéis narrativos do arco triunfal e os das colunas dos arcos da entrada, onde se representam vincadas figuras de guerreiros e de animais.
Como referenciar: Porto Editora – Igreja Matriz de S. Martinho de Mouros na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-20 12:17:24]. Disponível em