Igreja Paroquial de N. Sra. da Luz

Levantada no já longínquo século XV, contemporânea da fundação desta vila madeirense do concelho do Funchal, a Igreja Paroquial de N. Sra. da Luz da Ponta do Sol seria quase totalmente remodelada no século XVIII, conservando ainda assim algumas preciosas obras de arte dos séculos XV e XVI.
Fundada nos meados do século XV, conserva-se dessa época um dos seus espaços arquitetónicos mais importantes. Trata-se da Capela de N. Sra. do Patrocínio, obra do gótico quatrocentista que alberga o túmulo do seu fundador, D. Rodrigo Eanes, o Coxo, e que seria executada por testamento no ano de 1446. Para além de conter o túmulo do seu patrocinador, esta capela gótica funerária expõe ainda algumas belas obras de arte, como sejam a primitiva escultura da padroeira, dourada e policromada, e também uma bela imagem seiscentista de N. Sra. da Luz.
A capela-mor deste templo madeirense é coberta por elegante teto de alfarge, dispondo-se ao longo das suas paredes revestimentos de azulejos. No altar-mor sobressai a imagem quinhentista de N. Sra. da Luz, escultura provavelmente saída de uma oficina flamenga.
A riqueza artística de N. Sra. da Luz concentra-se no interior, já que o seu exterior foi objeto de restauro no século XVIII, o que lhe retirou parte substancial das suas características primitivas e da sua beleza gótica.
Como referenciar: Igreja Paroquial de N. Sra. da Luz in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-21 06:23:58]. Disponível na Internet: