Artigos de apoio

Ildo Lobo
Cantor cabo-verdiano, Ildo Neves de Sousa Lobo nasceu em 1953, em Pedra do Lume, na Ilha do Sal, em Cabo Verde, filho de um animador de serenatas. Foi por influência do pai que Ildo Lobo se tornou cantor.
Em 1970, aos 17 anos, foi viver para a cidade da Praia, a capital de Cabo Verde, situada na Ilha de Santiago, para poder frequentar o liceu. Três anos mais tarde convidaram-no para integrar o grupo musical Os Tubarões, onde substituiu o seu primo Luís Lobo, que era o vocalista.
Em 1976 Os Tubarões viajaram até à Holanda onde gravaram os dois primeiros discos da banda. Até à dissolução do grupo em 1994, editaram álbuns como Tema para Dois, Tabanca, Pépé Lopi, Dionsinho Cabral, Tchon di Morgado, Os Tubarões ao Vivo e Porton de Nôs Ilha. Ildo Lobo foi sempre o vocalista. O grupo compunha mornas, coladeiras, temas políticos, etc.
Em 1994 o grupo separou-se e Ildo Lobo iniciou uma carreira como cantor a solo. Apenas três anos mais tarde, gravou o primeiro álbum, intitulado Nôs Morna, e que era uma homenagem ao pai.
Dois anos depois o cantor cabo-verdiano regravou um dos seus temas com maior sucesso, "Djonsinho Cabral", cuja letra, da autoria de Rui Machado, era alusiva a Xanana Gusmão e à luta de Timor-Leste pela Independência. Esta nova versão de "Djonsinho Cabral" foi incluída na coletânea Música de Intervenção Cabo-Verdiana.
Em 2001 gravou um novo álbum de originais, com o nome Intelectual.
Ildo Lobo por norma não compunha e assim pôde divulgar canções de várias gerações de artistas de Cabo Verde. Mesmo assim, o músico compôs alguns temas como "Nha Testamento", para o seu álbum a solo Nôs Morna, ou Zebra, interpretada por Os Tubarões e também por Cesária Évora, a grande referência da música cabo-verdiana a nível internacional.
Ildo Lobo morreu a 20 de outubro de 2004, vítima de ataque cardíaco, quando tinha 51 anos. Antes de morrer deixou pronto um novo disco, intitulado Incondicional-Confidência.
Como referenciar: Ildo Lobo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-05-25 07:54:36]. Disponível na Internet: