Ilha da Armona

De um lado está o oceano Atlântico, contido pela barreira das ilhas que se desenvolvem em sentido mais ou menos paralelo à linha da costa.
As barras entre as ilhas possibilitam a entrada e saída das águas do mar permitindo que a maré se faça sentir em toda a parte.
Nesta ilha, tal como nas restantes, as algas multiplicam-se e adensam o ambiente das águas da ria.
A fauna é sensivelmente idêntica à das restantes zonas da ria, com particular destaque para uma pequena ave costeira ictiófaga - a andorinha-do-mar-anã - que, em Portugal, se distribui preferencialmente pelo litoral meridional do Algarve e, em particular, pelas ilhas do complexo da ria Formosa, onde se reproduz.
Como referenciar: Ilha da Armona in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-05 23:02:37]. Disponível na Internet: