índice de preços no produtor (IPP)

A variação dos preços de bens e serviços de uma economia ao longo do tempo é um fenómeno habitual, sendo que normalmente essa variação é no sentido ascendente, configurando muitas vezes situações de inflação, ou seja, de aumento generalizado do nível de preços. A variação dos preços interfere muitas vezes na análise da evolução de variáveis macroeconómicas, cuja variação em termos de valor se deve por vezes apenas a esse fator e não a variações nas quantidades. Daqui resulta a distinção entre valores nominais, que incorporam a variação dos preços, e variações reais, que não consideram o efeito da inflação.
Para analisar a evolução de uma determinada grandeza entre um período que serve de base e o período que se está a considerar utilizam-se os chamados índices. No caso concreto da avaliação da evolução dos preços de determinados bens e serviços são utilizados os chamados índices de preços.
Os índices de preços têm como objetivo expressar as variações monetárias de determinados bens e serviços através do estabelecimento de uma relação entre os preços verificados em momentos diferentes. Os principais índices de preços utilizados pelos agentes económicos são o índice de preços no consumidor (IPC) e o índice de preços no produtor (IPP).
O IPC corresponde a um índice que é calculado para um cabaz de bens e serviços de consumo final previamente definido em termos de composição e pesos relativos e que, nesse contexto, identifica, tomando como referência um ano base, qual a variação no custo do referido cabaz entre o mesmo ano base e o ano que se esteja a tomar em consideração. Nesse contexto, representa uma medida do custo de vida, sendo utilizado para o cálculo da taxa de inflação.
O IPP, por sua vez, corresponde a um índice de preços que tem como objetivo a avaliação da variação do preço de um alargado leque de produtos no momento em que estão a sair dos respetivos produtores ou fabricantes. A referida avaliação é também feita para um determinado ano tendo em conta um ano base definido previamente. Em termos de cadeia de valor, o IPP considera assim os produtos mais a montante que o IPC. Paralelamente, o IPP incorpora normalmente um número muito superior de bens que o referido IPC.
O IPP assume um papel importante na avaliação da tendência de evolução dos preços praticados pelos produtores, permitindo designadamente associar esses preços às condições estruturais e conjunturais nas quais esses produtores se enquadram.

Como referenciar: índice de preços no produtor (IPP) in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-09 20:45:00]. Disponível na Internet: