infinitivo

Forma nominal do verbo que exprime o seu significado lexical, a conjugação a que pertence, através da vogal temática (ex: amar, prender, fugir), não possuindo porém qualquer informação de modo ou de tempo.
Além do infinitivo impessoal (gostar), a forma nominal do verbo, o português apresenta flexão de pessoa e de número para o infinitivo, que se designa por infinitivo pessoal (gostar, gostares, gostar, gostarmos, gostardes, gostarem). O infinitivo, pessoal e impessoal, apresenta uma forma para o presente (<gostar>) e outra para o passado (infinitivo perfeito ou composto - <terei gostado>).
O infinitivo impessoal pode apresentar os seguintes valores:
• Nome (por nominalização) - O fumar faz mal à saúde.
• Imperativo/ exortativo (valor modal) - Contra os canhões, marchar, marchar!

No que respeita à sua distribuição sintática, o infinitivo é predicado de orações subordinadas subordinadas completivas (cfr. i) ou de orações subordinadas adverbiais pedidas por preposições ou locuções prepositivas (cfr. ii):

i) Lamento ter comprado este anel.
ii) Não o comprei por ser muito caro.

O infinitivo pode também ser pedido por verbos auxiliares de modo ou de aspeto:

iii) Será que deves arriscar?
iv) Acabei de cruzar-me com o teu pai.
Como referenciar: infinitivo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-22 18:32:13]. Disponível na Internet: