Insulíndia

Região insular asiática que compreende as ilhas da Indonésia, das Filipinas, da Malásia e de Timor, com a área oceânica adjacente.

Pode dizer-se que foi com a conquista de Malaca por Afonso de Albuquerque em 1511 - aquisição robustecida ao longo dos anos de ocupação portuguesa por fortificações e reforços das mesmas - que se abriram as portas à passagem portuguesa pela Insulíndia. Esta região abrange as ilhas a Sul/Sudeste da Índia e Norte/Noroeste da Austrália, nomeadamente as de Samatra, Java, Bornéu, Flores, Timor, Filipinas, Celebes e de Amboíno até à Nova Guiné, sendo este último conjunto de ilhas conhecidas como as Molucas. Destas, as mais importantes foram Bachão, Motir, Maquiem, Ternate e Halmeira. Às Molucas chegaram também os portugueses em 1511, na pessoa de António Abreu, que tinha a finalidade de consolidar nesta região os benefícios auferidos com a conquista de Malaca. Dez anos depois construiu-se a fortaleza de Ternate, a que mais importância estratégica teve na Insulíndia (ou Sudeste Asiático) por ser o reino mais proeminente das Molucas. Destaca-se deste domínio a cidade de Malaca, que integrava bastante tempo antes da sua conquista os planos expansionistas da Coroa de Portugal por ser imensamente próspera, característica que foi perdendo com a ocupação portuguesa, não deixando contudo de ser um local estratégico para as transações com as Molucas, Macau e Extremo Oriente.
Na região insular destacou-se o comércio de ouro e cânfora do Bornéu e de Amboíno, de noz-moscada de Banda e do sândalo de Timor.
Foi no século XVII que a presença portuguesa foi substituída pela holandesa, facilitado o processo pela fragilidade das estruturas defensivas portuguesas como fortes e fortalezas, que eram em grande parte construídas em madeira e foram sendo abandonadas por fatores diversos, entre os quais o antagonismo com as populações locais e a má localização. Foi igualmente importante a passagem lusa pela Insulíndia por terem estes territórios funcionado como uma útil base para a missionação oriental, efetuada sobretudo pelos Dominicanos, Franciscanos, Agostinhos e padres da Companhia de Jesus.
Como referenciar: Insulíndia in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-17 18:07:24]. Disponível na Internet: