intelectualização

Intelectualização é um mecanismo de defesa do ego que habitualmente está presente em sujeitos com significativos traços de personalidade obsessiva ou esquizoide. Mas pode também ser utilizada por qualquer indivíduo na sua vida normal. É uma forma de transferência através da qual impulsos de origem emocional, mas que são penosos para o sujeito, são evitados e substituídos por discursos intelectuais e por conceitos complexos da ordem do racional. É uma fuga do mundo das emoções para o refúgio do mundo das palavras e das teorias, de forma a evitar a emoção que origina sofrimento, realizando, assim, uma tradução para linguagem intelectual, dos seus processos pulsionais.
Muitos psicanalistas utilizam este termo para designar alguma resistência existente na análise por parte dos analisados à expressão espontânea das ideias e dos afetos, pelos quais substituem comentários organizados e teorias complexas.

Como referenciar: intelectualização in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-22 13:34:21]. Disponível na Internet: