Isaac Stern

Violinista americano nascido a 21 de julho em 1920, em Kremenets, na atual Ucrânia, e falecido a 22 de setembro de 2001, em Nova Iorque.
Quando tinha um ano de idade, a família emigrou para os Estados Unidos da América, instalando-se em S. Francisco. Com seis anos, Isaac Stern começou a aprender piano e, aos oito anos, violino. Entrou para o Conservatório de Música e, com onze anos, estreou-se na Orquestra Sinfónica de S. Francisco, dando o seu primeiro concerto, aos treze anos, executando o Concerto n.º 3 para Violino e Orquestra de Camille Saint-Saëns. Seguiram-se outros concertos e, aos dezassete anos, estreou-se no Carnegie Hall, em Nova Iorque, sendo aclamado pelos críticos.
Durante a Segunda Guerra Mundial, Isaac Stern deu imensos concertos nas Forças Armadas e, em 1943, deu o seu primeiro recital no Carnegie Hall. Depois da Grande Guerra, gravou o seu primeiro disco pela editora Columbia, em 1945. Um ano depois, foi escolhido por Hollywood para fazer os duplos de violino do ator John Garfield, surgindo posteriormente noutros filmes. No início da década de 60, Carnegie Hall passou por dificuldades, e Isaac Stern, que exercia as funções de Presidente, conseguiu que não demolissem a sala de espetáculos.
De referir que o violinista teve um papel ativo politicamente. Em 1956, durante a Guerra Fria, foi dos primeiros músicos americanos a tocar na U.S.S.R. e recusou sempre fazê-lo na Alemanha, pelas barbaridades empreendidas pelos nazis. Em 1967, realizou um concerto em Jerusalém, depois da Guerra dos Seis Dias. O violinista manteve relações fortes com o Estado de Israel, participando frequentemente em centros e fundações culturais israelo-americanos e dando apoio a jovens músicos desse país. Foi professor e orientador de músicos auspiciosos, como Itzhak Perlman, Pinchas Zukerman, Myriam Fried e Sergiu Luca.
Realizou vários concertos e tournées conduzidos por ilustres maestros, como Dimitri Mitropoulos, Leonard Bernstein, Sir Thomas Beecham, Bruno Walter, entre outros. Isaac Stern apresentava um variado e complexo reportório que abrangia o período do Barroco, do Romantismo e a Época Moderna. Foram-lhe dedicadas peças musiciais por vários compositores, tais como Leonard Bernstein, Maxwell Davies, William Schuman e Henri Dutilleux. Formou dois famosos trios de música de câmara. O primeiro era constituído por Eugene Istomin e Leonard Rose e o segundo, por Yo-Yo Ma e Emanuel Ax.
Em 1975, Isaac Stern foi distinguido com o Prémio Albert Schweitzer, pelo trabalho dedicado à música e à humanidade, e recebeu diversas condecorações, tais como o título de Comendador da Legião de Honra, em França, e a Medalha Nacional de Artes e a Medalha da Liberdade, nos Estados Unidos, para além de inúmeras universidades lhe terem atribuído o doutoramento Honoris Causa.
Como referenciar: Isaac Stern in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-01-27 14:21:48]. Disponível na Internet: