Isabelle Huppert

Atriz francesa nascida em 1955, em Paris. Encorajada pela mãe a seguir uma vida artística, entrou para o Conservatório de Versailles, onde arrecadou alguns prémios de revelação. Fez a sua estreia cinematográfica aos 16 anos com uma participação secundária no filme Faustine et le Bel Été (1972). Seguiram-se participações em filmes de sucesso do cinema francês como César et Rosalie (1972), Les Valseuses (As Bailarinas, 1974) e La Dentellière (1977). A sua ascensão como atriz culminou no Prémio para Melhor Intérprete Feminina no Festival de Cannes por Violette Nozière (1978), um filme baseado na história verídica de uma rapariga de 14 anos que matou o pai. Voltou a impressionar o público pelo seu desempenho em Loulou (1980), de Maurice Pialat, onde interpretou uma jovem mulher da alta sociedade que abandona o seu marido para se envolver com um vagabundo que conhecera numa discoteca. O seu primeiro filme rodado em Hollywood foi Heaven's Gate (As Portas do Céu, 1980), um fiasco de bilheteira. Regressou a França, desdobrando-se entre os palcos e aparições em filmes como Passion (1982), Une Affaire de Femmes (Uma Questão de Mulheres, 1988), que lhe valeu a distinção para Melhor Atriz no Festival de Veneza, Malina (1991), Madame Bovary (1991) e Clara (2000). Com La Pianiste (A Pianista, 2001), ganhou novamente o prémio de Melhor Atriz em Cannes. Foi uma das atrizes em destaque na comédia 8 Femmes (8 Mulheres, 2002), de François Ozon, onde trabalhou ao lado de Catherine Deneuve e de Fanny Ardant.
Como referenciar: Isabelle Huppert in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-04-21 02:11:03]. Disponível na Internet: