Ivan Pavlov

Fisiologista russo, de seu nome completo, Ivan Petrovich Pavlov, nascido em 1849, em Ryazan, na Rússia, e falecido em 1936, em Leninegrado, atual São Petersburgo.

Embora tenha iniciado os estudos num seminário, acabou por renunciar à carreira religiosa e formou-se na Universidade de São Petersburgo na área de Ciências e Medicina.
Foi diretor do Departamento de Fisiologia do Instituto de Medicina Experimental. Aqui iniciou as suas investigações sobre as secreções gástricas.

O seu nome é associado sobretudo à teoria do Reflexo Condicionado. Realizou neste sentido várias experiências com animais, sobretudo com cães.

Apercebe-se, no decorrer dessas experiências que o cão salivava não só quando via o alimento - reflexo inato - mas também a sinais associados, por exemplo, o som de uma campainha. Designou este comportamento por reflexo condicionado.

Esta teoria influenciou o desenvolvimento das teorias comportamentais da psicologia até às primeiras décadas do século 20. Assim, em 1904, foi laureado com o Prémio Nobel da Fisiologia e da Medicina pelo trabalho que desenvolveu sobre os atos reflexos e as secreções digestivas.

Recebeu o doutoramento Honoris Causa pela Universidade de Cambridge e a atribuição da Ordem da Legião de Honra por recomendação da Academia de Medicina de Paris.

As suas principais obras foram A atividade das glândulas digestivas (1900) e Reflexos Condicionados (1927).
Como referenciar: Ivan Pavlov in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-18 14:10:41]. Disponível na Internet: