Jackie Collins

Romancista inglesa, Jacqueline Jill Collins nasceu a 4 de outubro de 1941, em Londres. Filha de um agente de reservas de lugares no teatro, Jackie Collins e a irmã, foram desde cedo encorajadas a seguir uma vida artística. Jackie Collins terá começado a escrever com apenas oito anos de idade.
Levou uma juventude tumultuosa, tendo sido expulsa da escola secundária que frequentava aos quinze anos de idade, alegadamente por fumar. Detestando visceralmente a escola, foi-lhe dado a escolher pelos pais entre ingressar num reformatório ou ir viver com a irmã, a famosa atriz Joan Collins, para os Estados Unidos. Optando por esta última alternativa, Jackie Collins partiu para Hollywood aos dezasseis anos de idade, encontrando aí uma maior permissividade e liberdade de movimentos.
Regressou a Inglaterra, mas logo tornou a Hollywood, trabalhando como figurante na indústria cinematográfica. As suas observações do pequeno mundo dos bastidores revelaram-se uma preciosa fonte de material e experiências úteis no cumprimento da sua já antiga vocação como escritora. Começou a escrever, mas julgando a sua produção de pouco interesse, nunca chegou a acabá-la. Casou pela primeira vez aos dezanove anos de idade, acabando por se divorciar em 1963. Contudo, casou em 1966 com Oscar Lerman, que incitou Collins a terminar um manuscrito e assim, em 1968, a autora publicou o seu primeiro romance, The World Is Full of Married Man que, embora fosse considerado na altura como eventualmente chocante pelo seu conteúdo sexual, se tornou num sucesso de vendas imediato.
Relacionando-se com os profissionais da indústria cinematográfica, Jackie Collins procurou anotar os escândalos, os boatos e o modo de vida da "fábrica dos sonhos", utilizando também recortes da imprensa local sensacionalista como possíveis fulcros de intriga na feitura da sua obra.
Em 1969 publicou The Stud, romance que seria convertido para cinema e, desde então, apareceram quase uma vintena de sucessos de vendas que, embora progressivamente demonstrando um melhor domínio formal, abordavam invariavelmente as esferas de vida dos ricos e famosos. São disso exemplo, entre outros, The Bitch (1979), Hollywood Wives (1983), Rock Star (1988), Power (1988) e Deadly Embrace (2002).
Como referenciar: Jackie Collins in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-14 19:33:36]. Disponível na Internet: