Jaime Silva (pintor)

Artista plástico nascido no Peso da Régua em 1947. Foi viver para o Porto com 8 anos de idade onde fez todos os seus estudos. Licenciou se em Pintura na Escola Superior de Belas Artes do Porto. Participou no grupo Puzzle, do Porto, com Carlos Carreiro, Graça Morais, João Dixo, Albuquerque Mendes e outros artistas do Porto, de 1975 a 1977. Esteve, depois, em Paris como bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian (1977 1978). Jaime Silva, assim como os seus colegas desta geração pós 25 de abril, preocupava se com o papel social do artista e com a função social da arte, posição que manteve no difícil contexto português e que se considera ter tido importância na fundamentação de práticas artísticas inovadoras. É essa sua postura que acaba por determinar o seu investimento pessoal no ensino artístico. Lecionou toda a sua vida, atividade, aliás, que não consegue separar da de pintor, já que sempre têm coabitado em harmonia. Nas palavras do próprio artista "Não sou mais pintor, nem mais professor. (...) Ser professor também implica uma reflexão sobre a parte artística. Tal como o grupo Puzzle aventou a questão do que era essa coisa de pintar em Portugal em 1975, em plena mutação de valores. A pintura é uma coisa que está em permanente remodelação e implica que estejamos atentos não só a nós próprios como também a tudo aquilo que nos envolve".
A pintura de Jaime Silva começou por ser uma pintura de figuração livre de pendor expressionista, para no início dos anos 1980 passar a um abstracionismo impulsivo que permanece na sua obra.

Como referenciar: Jaime Silva (pintor) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-12-09 22:26:45]. Disponível na Internet: