Jamiroquai

Os Jamiroquai, grupo pop inglês, são, na sua essência, a figura do seu líder, Jason "Jay" Kay (n. 1969-12-30, Stratford, Inglaterra). Cresceu acompanhando a sua mãe, Karen Kay, uma cantora de bares e apresentadora de um programa de televisão nos anos 70. Saiu de casa após terminar os estudos na escola. Passou por algumas dificuldades, inclusive vivendo nas ruas e vendo-se envolvido em pequenos delitos. Conseguiu comprar uma caixa de ritmos e, com a ajuda de um amigo, entrou em estúdio onde gravou algumas fitas. Os temas que gravou proporcionaram-lhe a assinatura de contrato com a editora Acid Jazz.
Em 1991 recrutou os músicos Derrick McKenzie (bateria, n. 1962-03-27), Toby Graffety Smith (teclas, n. 1970-10-29), Stuart Zender (baixo) e Wallis Buchanan (vibrafone) e formou os Jamiroquai, um nome resultante da sua paixão pelo jam (improvisação) e pela tribo índia americana Iroquois.
O single de estreia, "When You Gonna Learn" (1992), gerou reações bastante positivas nas pistas de dança, bem como chamou a atenção das grandes editoras. O grupo assinou mesmo um contrato para a gravação de oito álbuns com a editora Sony Records. O primeiro álbum, Emergency on Planet Earth (1993), tornou-se no mais rapidamente vendido em Inglaterra desde Faith (1987) de George Michael. Nele foram incluídos os temas "Too Young To Die", "Blow Your Mind" e "If I Like It, I Do It". Seguiu-se The Return of the Space Cowboy (1994), do qual fizeram parte canções como "Kids", "Return" e "Morning Glory". O disco vendeu mais do que o anterior, conquistando outros mercados, como por exemplo o Japão.
Em 1996, a edição de Travelling Without Moving contribuiu para a ascensão comercial do grupo a nível mundial. Só com este álbum os Jamiroquai ganharam a consideração do mercado americano, atingindo a marca de platina.O álbum incluiu os singles "Cosmic Girl", "Alright" e "Virtual Insanity", vencedor de quatro prémios MTV, incluindo as categorias de Vídeo Revelação e Melhor Vídeo do Ano. O álbum conquistou ainda um prémio Grammy para a categoria de Melhor Desempenho Pop por um Grupo ou Duo, por "Virtual Insanity". No ano seguinte, o grupo contribuiu com "Deeper Underground" para a banda sonora de Godzilla (1998).
O seu quarto álbum de originais, Synkronized (1999), marcou a saída do baixista Stuart Zender do grupo (substituído por Nick Fyffe), e produziu os êxitos "Canned Heat", "Supersonic" e "King for a Day". Contudo, o hiato de três anos prejudicou a imagem da banda nos EUA, onde o disco foi praticamente ignorado. Ainda assim, teve excelentes resultados no Reino Unido e um pouco por toda a Europa. Ainda em 1999, o grupo contribuiu com uma faixa para o álbum, No Boundaries, de apoio aos refugiados do Kosovo.
A imprensa americana, ao invés de centrar atenções na carreira musical dos Jamiroquai, preferiu explorar a recusa do grupo em atuar na noite de Ano Novo de 1999, apesar da proposta milionária. Além disso, foi também muito falada a alegada agressão de Jay Kay a um jornalista, desmentida mais tarde pelo próprio. Jay Kay é também conhecido pelo seu espírito extravagante. Tem uma grande paixão por carros de grande valor - possui dois Mercedes, dois BMW, três Ferrari, um Lamborghini e um Aston Martin. Adquiriu uma mansão com 500 anos, em Buckinghamshire, com 11 quartos e que pertenceu ao arcebispo de Cantuária. Fazem parte também dos seus objetivos a ajuda a organizações ambientais, entre as quais a Greenpeace e a Friends of the Earth, para as quais já doou consideráveis somas em dinheiro.
Em 2001, chegou às lojas A Funk Odissey. O disco contribuiu para que o grupo recuperasse algum do prestígio perdido nos EUA, mantendo a tendência de êxito na Europa. Os singles "Little L", "You Give Me Something" e "Love Foolosophy" foram os temas principais deste trabalho.
Em 2003, os Jamiroquai participaram na série discográfica Late Night Tales, promovendo remixes de 15 temas da sua preferência. A escolha dos temas acabou por incidir essencialmente no R&B dos anos 70, uma influência óbvia no som da banda.
Como referenciar: Jamiroquai in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-22 03:27:58]. Disponível na Internet: