Jean-François Lyotard

Filósofo francês, nascido em 1924 e falecido em 1998, ficou famoso por ser um teorizador da pós-modernidade. A sua obra A Condição Pós-Moderna, publicada em 1984, permitiu que aquele conceito se alargasse a um público cada vez mais vasto. Lyotard perspetivou uma rutura com a modernidade, propondo uma leitura pós-moderna no domínio do conhecimento, da ética, da política e da estética.
Considera que os discursos são heterogéneos e tal como Kant, defende que os domínios teórico, prático e estético são autónomos, possuindo as suas próprias regras e critérios. Rejeita o universalismo e o império da "razão terrorista e totalitária", valorizando a diversidade dos discursos, das teorias e das diferentes formas de ação.
Como referenciar: Jean-François Lyotard in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-07 04:30:06]. Disponível na Internet: