Jennifer Connelly

Atriz norte-americana nascida em 1970, de seu nome completo Jennifer Lynn Connelly. Cresceu em Nova Iorque onde, com apenas 8 anos, se tornou modelo infantil, trabalhando sobretudo em anúncios publicitários. Um ano depois, teve uma pequena participação na série televisiva Tales of the Unexpected (1979). No decorrer da gravação de um anúncio televisivo, um diretor de casting encantou-se com a sua beleza e apresentou-a a Sergio Leone, que precisava de uma jovem atriz para interpretar o papel de bailarina em Once Upon a Time in America (Era Uma Vez na América, 1984). Apesar de a sua personagem aparecer em apenas duas cenas, tornava-se evidente que Jennifer tinha uma boa relação com as câmaras. Foi convidada pelo realizador Dario Argento para protagonizar o thriller Phenomena (1986), que foi um êxito em Itália mas que passou praticamente despercebido nos EUA. Connelly continuou a trabalhar em cinema, protagonizando filmes como Labyrinth (Labirinto, 1986), Hot Spot (Ardente Sedução, 1990), The Rocketeer (As Aventuras de Rocketeer, 1991) e Dark City (Cidade Misteriosa, 1998). Surpreendeu a crítica pelo seu retrato de toxicodependente no filme independente Requiem for a Dream ( A Vida Não é Um Sonho, 2000), interpretação que impressionou favoravelmente Ed Harris, que a convidou para interpretar um papel em Pollock (2000). A sua "coroa de glória" chegou com o Óscar para Melhor Atriz Secundária, obtido pelo seu exigente desempenho de esposa de John Forbes Nash Jr. (Russell Crowe) em A Beautiful Mind (Uma Mente Brilhante, 2001). Voltou a comprovar toda a sua versatilidade dramática em House of Sand and Fog (Uma Casa na Bruma, 2003) ao lado de Ben Kingsley.
Como referenciar: Jennifer Connelly in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-24 19:31:11]. Disponível na Internet: