Jeová

Jeová é uma das transliterações para língua portuguesa (além de Javé, Iehovah, Iavé ou até Yahweh) do Tetragrama YHVH, ou seja, a designação das quatro consoantes que compõem o nome de Deus em hebraico. Nome pessoal e distintivo de Deus, assim foi originalmente escrito em hebraico e surge na Torá, tendo sido a forma usada pelos Judeus para não sujarem o nome de Deus ao pronunciá-lo. Surge mais de 6 000 vezes no Antigo Testamento, todo ele escrito em hebraico ou aramaico, depois traduzido para grego na chamada Septuaginta (Bíblia "dos Setenta"). Crê-se que os Judeus "esqueceram" as vogais, pelo que só escreviam YHVH, nunca a pronunciando, porém, optando pela fórmula "Adonay". Os textos hebraicos vetero-testamentários são todos escritos só com consoantes. Mas em algumas passagens do Antigo Testamento o título "Adonay" (Senhor) aparece seguido de YHVH, o qual é então pontuado com as vogais de ELOHIM (Deus), no que resulta JEHOVIH ou YEHVIH. Numa outra forma de expressar o nome de Deus, a qual está na origem do termo Jeová, usa-se o monossílabo hebraico YAH (), primeira sílaba de YAHVEH (JAVÈ). Às consoantes YHVH foram fundidas as vogais de ADONAY, no que então resultou YeHoVaH (Jeová). Daí muitos tradutores da Bíblia, a partir dos textos vetero-testamentários em hebraico e aramaico, terem optado diretamente pela substituição de YHVH por Jeová ou Javé. Com os Setenta, em vez de se dizer Jeová, optou-se por substituir o Tetragrama por Adonay, isto é, Senhor, em maiúsculas ou minúsculas (Senhor, de ADON, "senhor" ou "dono", em grego Kyrios). Jeová é assim o termo português, a partir do Tetragrama, para designar Deus.
Como referenciar: Jeová in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-21 07:04:41]. Disponível na Internet: