Jerónimo de Sousa

Político português nascido a 13 de abril de 1947, em Santa Iria de Azoia, Loures.
Começou a trabalhar ainda adolescente como afinador de máquinas, tendo frequentado, à noite, o curso industrial até ao 4.º ano. Como operário, interessou-se por questões sindicais e laborais, dando assim os primeiros passos para uma carreira política como delegado sindical da MEC - Fábrica de Aparelhagem Industrial. Em 1973, fazia parte da lista que conseguiu a liderança do sindicato dos metalúrgicos de Lisboa, passando a integrar da direção central, para a qual foi reeleito em 1992.
Apesar de já manter contacto com o Partido Comunista Português (PCP) nos anos 60, só em 1974 se filiou no partido, onde ocupou cargos de relevo, chegou ao Comité Central em 1979 e tornou-se membro da comissão executiva nacional (1990-1992) e da comissão política. Deputado à Assembleia da República, foi candidato nas eleições presidenciais em 1995.
Em novembro de 2004 foi eleito secretário-geral do PCP, substituindo assim Carlos Carvalhas. No ano seguinte, anunciou uma nova candidatura à Presidência da República, a par com Aníbal Cavaco Silva, Mário Soares, Manuel Alegre, Francisco Louçã e Garcia Pereira. Nas eleições realizadas a 22 de janeiro de 2006, ficou em quarto lugar em termos percentuais, com 8,59% dos votos.
Como referenciar: Jerónimo de Sousa in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-12 09:01:51]. Disponível na Internet: