Jessica Tandy

Atriz de teatro e de cinema inglesa nascida em 7 de junho de 1909, em Londres, e falecida em 11 de setembro de 1994, nos Estados Unidos da América, vítima de cancro nos ovários. Estudou Arte Dramática na Ben Greet Academy of Acting e, aos 16 anos de idade, já pisava os palcos profissionalmente. Em 1930, resolveu prosseguir a sua carreira profissional nos Estados Unidos da América, tendo chegado à Broadway. Em 1932, ano em que casou com o ator britânico Jack Hawkins, fez a sua estreia cinematográfica em The Indiscretions of Eve (1932). Fez uma opção de solidificar a sua carreira teatral, tendo recusado vários convites sonantes de Hollywood. Em 1942, contraiu segundas núpcias com o ator canadiano Hume Cronyn. Voltou a Hollywood para um pequeno papel no filme de guerra The Seventh Cross (A Sétima Cruz, 1944), mas tornara-se evidente que a sua grande paixão era o teatro. Assim, em 1947, venceu um Tony pela sua interpretação de Blanche DuBois na peça teatral A Streetcar Named Desire, de Tennessee Williams, mas foi preterida em favor de Vivien Leigh, aquando da adaptação cinematográfica. Considerada como a «Grande Dama da Broadway», acumulou sucessos em peças como The Fourposter (1951), Madame Will You Walk (1953), The Honeys (1955), A Day By the Sea (1955) e The Man in the Dog Suit (1958). Após alguns trabalhos televisivos, foi Alfred Hitchcock quem lhe proporcionou o primeiro trabalho cinematográfico de nomeada em The Birds (Os Pássaros, 1963), mas só conseguiu uma carreira regular no cinema a partir da década de 80, quando os bons papéis teatrais começaram a escassear. Cocoon (A Aventura dos Corais Perdidos, 1985), onde contracenou com o seu marido, foi um enorme êxito de público e provou que Tandy não estava acabada. Bruce Beresford deu-lhe o grande papel da sua carreira em Driving Miss Daisy (Miss Daisy, 1989), onde desempenhou uma velha professora reformada do Sul dos EUA que estabelece uma relação de amizade com o seu motorista (Morgan Freeman). Tandy tornou-se na atriz mais idosa a vencer o Óscar de Melhor Atriz e no seu discurso de aceitação confessou que estava ciente de que fora a sua idade (82 anos à altura) que esteve na origem da atribuição do prémio, suplantando uma concorrência de peso composta por nomes como Jessica Lange, Michelle Pfeiffer e Isabelle Adjani. Voltou a ser nomeada dois anos depois, desta vez na categoria de Melhor Atriz Secundária pela sua prestação em Fried Green Tomatoes (Mulheres do Sul, 1991). O seu último filme, Nobody's Fool (Vidas Simples, 1994), onde contracenou com Paul Newman, foi já lançado postumamente.
Como referenciar: Jessica Tandy in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-24 05:24:24]. Disponível na Internet: