João Luís Mota de Campos

Político português, nascido em 1958, é licenciado e fez o mestrado na Universidade de Direito de Estrasburgo, em França, tendo, em 1983, obtido a equivalência à licenciatura na Faculdade de Direito de Coimbra. Aos 23 anos começou a trabalhar como jurista, em Sines, para sete anos depois se tornar gestor público no Conselho de Administração do Porto de Sines. Abandonou este cargo em 1992 para se dedicar ao exercício da advocacia. Neste mesmo ano iniciou a sua carreira como dirigente político, integrando a Comissão Política Nacional do Centro Democrático Social - Partido Popular. Em 1993 foi o candidato do partido à presidência da Câmara Municipal de Braga, de onde é natural. Depois de ter pertencido à Comissão Nacional de Eleições entre 1999 e 2001, em 2002 foi cabeça de lista do CDS-PP pelo círculo eleitoral de Castelo Branco. Acabou por ser um dos membros do partido a integrar o Governo de coligação PSD/CDS-PP que tomou posse em abril de 2002. Nessa data tornou-se Secretário de Estado Adjunto da Ministra da Justiça, Maria Celeste Cardona.
Como referenciar: João Luís Mota de Campos in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-19 22:30:02]. Disponível na Internet: